Por que ter páginas otimizadas?

  • 7 de janeiro de 2020
  • SEO
No Comments

Quando se fala em otimização nas páginas de um site, fundamentalmente estamos falando de SEO, conhecido popularmente no Brasil como “otimização de sites”. Na sigla em inglês, SEO significa Search Engine Optimization, ou mesmo abrasileirando, Otimização para Mecanismos de Busca.

Qualquer empresa que trabalha com Marketing Digital atualmente necessita entender e criar estratégias de SEO. Mas, afinal, por que é tão importante ter páginas otimizadas? Pode-se esperar uma resposta muito direta, mas não é exatamente assim.

O SEO nos dias de hoje envolve diversas competências, como tecnologia da informação (TI), marketing e comunicação. As ações em SEO podem acarretar desde a criação da reputação da sua marca, até geração efetiva de tráfego, leads e vendas. Mas, o que sintetiza todas essas áreas e estratégias é apenas uma frase: o SEO é uma ferramenta para facilitar que sua empresa seja encontrada nos mecanismos de buscas.

Qualquer empresa, de qualquer setor e que possui qualquer grupo de consumidores quer ser encontrada no Google, por exemplo. Basicamente, se você não está no Google, não será achado. O SEO veio a se tornar um conjunto de técnicas para que as páginas de seu site estejam melhores posicionadas nos buscadores. Todas as ações de SEO estão intrinsecamente conectadas com os resultados orgânicos, ou seja, os resultados naturais, não pagos, dos buscadores.

As páginas otimizadas trazem naturalmente mais resultado, pois estão preparadas tecnicamente para estarem amigáveis aos usuários, a terem informações relevantes que vão ajudar quem está procurando tirar dúvidas, que possuem navegabilidade simples e ágil, entre tantas outras características.

O SEO é uma estratégia ampla e que sempre deve ser renovada. Por isso, como cada empresa é única, as estratégias também podem ser únicas e os benefícios podem variar de empresa para empresa. Há otimizações focadas em tráfego, em vendas ou leads (formulários de contato, por exemplo). Existem diversas opções, e estamos aqui para tentar te ajudar a focar no que é mais importante para sua empresa.

Para entender o SEO é preciso entender o buscador do Google

A ideia aqui não é listar cada algoritmo e funcionamento do Google, mas resumir os pontos mais importantes sobre o que significa a busca propriamente dita. Para que uma página seja buscada na Superfície da Internet (não estamos falando aqui de Deep Web, ok?), ela precisa ser indexada em um buscador.

Atualmente o Google é o buscador mais conhecido e mais utilizado, então se ele é capaz de ler sua página e entender a base de dados dessas páginas, ele consegue indexá-la. O Google é capaz de fazer isso através de um software denominado crawler, que tem a função de armazenar uma enorme base de dados das páginas da web.

Na verdade, o crawler é mais do que um software de armazenamento. Com ele pode ser realizado desde o backup de um site, busca de informações ou para armazenamento de todos os sites para consulta posterior.

Aliado à essa tecnologia de ponta, o Google criou diferentes algoritmos através dos anos para tornar a ferramenta de busca mais assertiva e mais inteligente. O GoogleBot é a ferramenta essencial que faz a análise das páginas, dos códigos e das informações de cada site indexado.

Hoje ele é tão inteligente que consegue entender diferentes dados, sabendo quando um usuário quer burlar, através de técnicas sujas e criação de códigos mal intencionados, para ter maior posicionamento no buscador. Isso é chamado de Black Hat, e quando identificado pelo Google, o site sofre penalidades na plataforma de busca.

É exatamente por essas questões que o SEO White Hat é basicamente como o trabalho deve ser realizado, seguindo totalmente as Diretrizes do Google. Isso é apenas um exemplo das inúmeras possibilidades com as tecnologias do Google.

Pilares do SEO

As estratégias do SEO envolvem uma série de pilares, desde as técnicas para indexação, produção de conteúdo relevante, experiência do usuário (UX), gestão de performance, como vendas, autoridade etc.

Um dos pontos mais importantes do SEO é a relevância do site, o que significa que o site precisa ter uma boa indexação, conteúdo de qualidade para manter a atenção e a confiança do usuário, assim como proporcionar uma experiência diferenciada para o consumidor.

Outro fator fundamental que deve ser otimizado é a autoridade do seu site. Nele é possível medir os hiperlinks de outros sites que estão te citando e como está a quantidade de buscas pela sua marca. Já a performance se refere ao posicionamento no Google, número de tráfego, número de conversões, leads, entre outros.

O posicionamento no Google é uma etapa ampla e com várias opções para criar estratégias. O SERP (Search Engine Result Pages) nada mais é do que a página principal de busca do Google. Nele é mostrado os 10 primeiros resultados mais relevantes sobre o assunto que está buscando. Cada posição é apresentada com um título, o link da URL e uma breve descrição, como na imagem abaixo.

Porém, o posicionamento o Google não é apenas no Google Search tradicional. Há estratégias para o YouTube, Google Maps, Google Shopping, Google Imagens, entre outras ferramentas. Quanto mais acurado os termos de busca, mais otimizado estará essa página para a SERP.

Essas estratégias podem parecer fáceis no papel, mas existe um ciclo de atividades para planejar estratégias únicas para cada empresa. Entre essas atividades estão o planejamento do projeto, que inclui o preenchimento do briefing, análise do layout do site, das palavras-chave mais importantes para criar pautas de conteúdo, otimizar as URLs etc.

Após o planejamento dessas etapas, colocar a mão na massa é o próximo passo. A criação de conteúdo é fundamental, com um cronograma pré estabelecido, assim como configurar todo o layout de acordo com a identidade visual da empresa.

Para que a navegabilidade do site esteja acessível, fluida e rápida, os desenvolvedores do site precisam criar e aplicar as otimizações on-page. Essa fase envolve principalmente os programadores e analistas SEO, que conseguem visualizar o que pode ser otimizado da melhor maneira possível.

As principais atividades nessa etapa é se preocupar com a linguagem usada na programação, a velocidade de carregamento do site, a estrutura das URLs, a consistência da navegação (ser amigável, velocidade muito próxima entre as páginas etc).

Além disso, hoje em dia é fundamental que os sites sejam responsivos, ou seja, estejam adaptados à navegação mobile. O comportamento do consumidor atualmente é fazer compras pelo celular, procurar produtos e tirar dúvida através do Google enquanto está em viagem.

Atualmente, quase metade dos brasileiros acessam a Internet pelo celular, de acordo com as informações do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), em pesquisa realizada em julho de 2018. Ou seja, se sua empresa não tem um site responsivo, já há uma perda de consumidores que apenas acessam pelos aparelhos móveis.

Após todas essas ações, ainda há a área de monitoramento e análise de resultados. Hoje, com ferramentas de monitoramento do comportamento do usuário – quanto tempo ficou na página, onde mais clicou no site, se preencheu algum formulário, entre outros dados – é possível visualizar as melhores estratégias futuras de acordo com a necessidade e procura do usuário.

Integração entre os setores trabalhando com SEO

O SEO é uma ferramenta importantíssima do Marketing Digital, e um dos maiores benefícios que ele traz é a possibilidade de integrar os setores. Mesmo antes de colocar os planejamentos em prática, os setores precisam trocar informações e ações. Desde o setor de comunicação, vendedores, relacionamento com o cliente e a programação.

O maior benefício está em planejar cada etapa do site para evitar eventuais ajustes, refações e demora para entregar os projetos. Há uma garantia muito maior de boa performance com um controle do plano SEO entre os setores. Inclusive, essa simples ação pode contribuir bastante para o bom posicionamento a longo prazo.

Enquanto o setor de comunicação e gestão planeja as necessidades do projeto (focos de produtos e serviços, apresentação das vantagens das otimizações, linguagem dos textos e visualmente etc), os programadores buscam aplicar cada otimização importante para dar mais segurança e tranquilidade ao cliente, e também trazer resultados. Por exemplo, a criação de um mapa do site é praticamente obrigação para qualquer site institucional ou loja online.

Conhecido também como sitemap.xml, a criação desse código pelos programadores facilita a navegação do usuário e dos robôs dos buscadores. É através dele que é indicado a hierarquia das páginas do site, dando a devida importância para cada página do cliente. Essa atividade é uma otimização SEO simples, mas extremamente funcional e útil.

Se conseguiu entender um pouco sobre a importância das otimizações SEO, conheça o nosso Super SEO e entre em contato conosco, siga-nos nas mídias sociais, como o Facebook e o Instagram.

Time de profissionais com formações em Publicidade, Marketing, Tecnologia entre outras, totalmente qualificados para criação de conteúdo digital nos mais diversos segmentos.

    Sobre nós e este blog

    Somos uma empresa de marketing digital full service com foco em ajudar nossos clientes a obter ótimos resultados em várias áreas-chave.

    Analise Gratuita

    Oferecemos serviços profissionais de SEO que ajudam os sites a aumentar drasticamente sua pontuação de pesquisa orgânica, campanhas em mídias pagas e em conversões a fim de competir pelos rankings mais altos e os melhores resultados no meio digital, mesmo quando se trata de segmentos altamente competitivos.

    Subscribe to our newsletter!

    Mais do nosso blog

    Ver todas as postagens